Arquivo

Archive for the ‘DANÇA’ Category

Olhe esta foto e sinta a leveza e graciosidade da dança….

Categorias:DANÇA

Ballet Contemporâneo.

O Ballet Contemporâneo foi criado no início do século XX e ainda preserva o uso das pontas e gestuais muito próximos do Ballet Clássico. Nesse estilo de dança as coreografias diferem do método clássico por não mais haver uma história que siga uma sequência de fatos lógicos, mas sim aqueles passos tradicionais fortemente misturados com sentimentos. As roupas usadas no Ballet Contemporâneo são, geralmente, collants e malhas, que dão maior liberdade de movimento aos bailarinos. É o estilo que vem antes da Dança Moderna, esta sim que esquecerá os passos clássicos, dando mais ênfase aos movimentos do corpo.

A dança contemporânea passou a trazer à discussão o papel de outras áreas artísticas na dança, como vídeo, música, fotografia, artes plásticas, performance, cultura digital e softwares específicos, que permitem alterações do que se entende como movimento, tornando movimentos reais em virtuais ou vice-versa. Surgindo, a partir de então, vertentes como a videodança, tornando mais híbridas as relações entre as diferentes áreas da dança.

E para complementar mais uma vez a dança contemporânea é uma evolução do ballet clássico, mudou posições e deixou de lado a maravilhosa sapatilha de ponta, mas mantêm sua estrutura usando a diagonal em sua coreografias e a dança conjunta.

A composição de uma trilha para um espetáculo de dança contemporânea implica diversos outros fatores além da própria composição musical.

A dança contemporânea não possui uma técnica única estabelecida, todos os tipos de pessoas podem praticá-la.

Sua técnica é tão abrangente que não delimita os utensílios usados.

A dança por si própria é a alma!

 

 

Categorias:DANÇA

Mais uma foto….linda não é?

Categorias:DANÇA

Dança do ventre

Categorias:DANÇA

DANÇA DO VENTRE

A dança do ventre é uma famosa dança praticada originalmente em diversas regiões do Oriente Médio e Ásia Meridional.os movimentos são marcados pelas ondulações abdominais, de quadril e tronco isoladas ou combinadas, ondulações de braços e mãos, tremidos (shimmies) e batidas de quadril , entre outros. Segundo a pesquisadora norte-americana Morroco, as ondulações abdominais consistem na imitação das contrações do parto: tribos do interior do Marrocos realizam ainda hoje, rituais de nascimento, em que as mulheres se reúnem em torno da parturiente com as mãos unidas, e cantando, realizam as ondulações abdominais a fim de estimular e apoiar a futura mãe a ter um parto saudável.

Ao longo dos anos, sofreu modificações diversas, inclusive com a inclusão dos movimentos do ballet clássico russo em 1930.

Dentre os estilos mais estudados estão os estilos das escolas: Egípcia, Norte América e Libanesa.

É uma dança sensual onde todos seus acessórios são totalmentes chamativos as roupas usadas são inteira bodada com muitos brilhos e detalhes grandes contornando o corpo da mulher dando valor em todas curvas. Uma dança sensacional gostou? Você vai adorar porque não tente fazer uma aula garanto que não vai se arrepender.

Vamos lá!

Categorias:DANÇA

A origem da palavra Ballet.

A palavra Ballet ou Balé originou a dança. Esta expressão provém do italiano ballare, com sentido de bailar. Nasceu na Itália e nasceu justamente na Itália. O ballet é o começo para todas as danças com ela você consegue se expressar sentir a alma, ela veio em pleno renascimento. O giro na dança é tudo tendo como um ponto central para que possa se posicionar e girar, os saltos são leves como plumas mas para isso o bailarino tem que estar preparado para qualquer salto, ao cair o bailarino tem que estar leve e tem que cair na posição certa para que ele não se machuque.

Ao entrar em cena o bailarino se aquece fazendo seções de alongamentos usando roupas acima daquela que ele vai entrar em palco, ao entrar no palco o bailarino tem que estar focado em tudo aquilo que ele ensaiou e mostrar segurança para público que está ali presente.

Na sua apresentação o bailarino se sente no papel do Ballet apresentado e ali ele esquece da sua vida interior e vive seu papel. A dança em si é maravilhosa só quem vive para dizer quem dança uma vez  não consegue viver sem. Algumas destas montagens mais célebres são Coppélia, de Léo Delibes; O Pássaro de Fogo, de Igor Stravinsky; O Quebra-Nozes e O Lago dos Cisnes, ambos de Tchaikovsky. Estes Ballets são lindos de se viver, bailarino uma vez sempre será!

Categorias:DANÇA

O lago dos cisnes

Categorias:DANÇA
%d blogueiros gostam disto: